segunda-feira, 11 de maio de 2015

Hollywood das Beiras


Sobre isto, vejo-me forçado a avançar com as questões que ninguém teve coragem de colocar:

1ª: Soraia Chaves é a protagonista?

2ª: Se respondeu "Sim" à questão anterior: Com muita ou pouca roupa?

3ª: Se respondeu "Não", à primeira questão, ou "Muita", à segunda: Terá o filme algum interesse?

4ª: Numericamente qual o significado exacto de: "O município de Viseu é o principal parceiro"?

5ª: Esta é mais uma "oportunidade imperdível" ao nível de Remédio Santo?

7 comentários:

  1. Lá vai o IMI que pagámos para um filme. Política de circo.

    ResponderEliminar
  2. Ora aqui está uma boa oportunidade do Dr. Sobrado brilhar:
    "Viseu Film Commission", a lançar no Solar do Binho do Dão!

    ResponderEliminar
  3. Nestas coisas a comissão de festas municipal trabalha bem. Pena que no resto não acompanhe.

    ResponderEliminar
  4. festa festa festa festa, biba, biba, biba

    ResponderEliminar
  5. Não podem ver uma câmara! (de filmar, pois claro!)

    ResponderEliminar
  6. Gostava de saber quanto é que Almeida Henriques vai gastar. Se o apanharem por aí numa festa qualquer perguntem.

    ResponderEliminar
  7. É na festa que se vão esfumar os euros que Ruas deixou. Se a Câmara anda a patrocinar filmes, de autores que não são da cidade e será para poucos verem são impostos mal empregues. Temo a saúde das contas com este presidente.

    ResponderEliminar

Exceptuando casos de linguagem imprópria, todos os comentários serão aceites.