sexta-feira, 1 de maio de 2015

De Olho no Gato

 
O ponto três é, todo ele, relativo a uma "prova de vida para estruturas e personalidades zombies".

7 comentários:

  1. Não se vê realizações, mas que existe executivo e que existe oposição, existe. Se realizam trabalho útil isso é outra conversa. Dizem os sensatos que nem uns nem outros fazem nada de relevante. Os politicos profissionais (ou candidatos) do burgo dizem isso é só má lingua. O tempo passa e só os sensatos se aproximam da verdade. O tempo decidirá se a razão está do lado dos politico-dependentes ou dos racionais. A razão tem um elevado histórico de vitória, mas prognosticos só no fim do jogo.2017 aproxima-se.

    ResponderEliminar
  2. Almeida Henriques, infelizmente, só tem existência política nos jornais. Não é isto que se espera dos autarcas. Os autarcas, geralmente, quando estão ao lado do povo, são acarinhados pela sua gente. Almeida Henriques nem nos corredores da praça da república é cumprimentado com essa consideração. Até nos corredores do parlamento, onde o fazer está muito distante, havia um respeito maior. Viseu vai sofrer muito depois deste mandato de foguetório sem qualquer consequência. Foi um presidente mal escolhido, agora é aguentar que o pesadelo acabe. Talvez Ruas, recuperado, regresse. É um homem que gosta, genuinamente, da sua terra. Nem a oposição o acompanha nessa paixão.

    ResponderEliminar
  3. Tudo zombies.Executivo Municipal só está pronto em dias de festa e pouco mais. Vereação uma lástima. Vamos voltar a ouvir algum zum-zum em periodo eleitoral para garantirem os lugares. Depois tudo voltará ao mesmo. Na AM, uma pobreza, com algumas excepções que não têm eco na comunicação social local ou regional. Viseu vive os seus piores momentos dos últimos 40 anos.

    ResponderEliminar
  4. Se não lhes compraria um carro usado, se passariam com dificuldade entrevistas de emprego pergunto-me muitas vezes qual seria a existência profissional dos actores locais se não fosse a política.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não exagere. O PS e o CDS não existem em Viseu com concelhias activas. Devem ter mais com que se preocupar. E deixam esta câmara andar a fazer que faz ( ou não faz). Uma verdadeiro erro na escolha do presidente e uma oposição historicamente mansa.

      Eliminar

Exceptuando casos de linguagem imprópria, todos os comentários serão aceites.