quarta-feira, 4 de março de 2015

Da inutilidade e da insuficiência


3 comentários:

  1. "O coração do Centro Histórico bate fraco e doente" ... (AH 2013)
    Vamos então pôr um bocadinho de pó de arroz ! (2015) ... antes que morra.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Escreveu, disse em público ou em privado? Precisa também de precisar o mês e o dia da semana. Sem isso não se percebe o que o senhor Almeida queria dizer. As convicções mudam a cada dia e tudo fica por fazer. Vinho e festa é a única coisa que interessa ao novo presidente. Tudo o resto é só para dar prova de vida nos jornais. Balanço medíocre quase a meio do mandato.E nada indica que haverá mudança de avaliação em 2017. Anos perdidos para Viseu.

      Eliminar
  2. Acrescente-se a inutilidade da escrita e da acção . A desilusão deste desgoverno municipal é gigante.

    ResponderEliminar

Exceptuando casos de linguagem imprópria, todos os comentários serão aceites.