segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Viriato D'ouro

Depois de terem soprado para a imprensa nacional a informação sobre a idade da reforma não há necessidade de desvalorizarem a entrega do Viriato de Ouro. Colocar Ruas numa lista comum de homenagem é arriscar a que o ciclo de dez anos acabe em quatro. O povo poderá não reconhecer os textos de Maquiavel, poderá não saber de estratégia política, mas recusa frontalmente a menorização do trabalho de terceiros. Ruas merece uma homenagem sóbria, mas individualizada, não haja confusões, meus caros. Digo eu que nunca fui da última década do Ruísmo.
 

2 comentários:

  1. Haja o respeito e a dignidade merecida a Fernando Ruas. O passado pertence-lhe e é merecedor. Não é futuro, mas a ele se devem coisas boas para o concelho nas duas últimas décadas. Não misturarem o medo de umas eleições em 2017 com uma homenagem, que é o derradeiro ponto final na carreira de autarca. Quem achar que Ruas é capaz em 2017 de liderar o concelho e com isto faz jogo politico, não percebe a elementar lei da vida.

    ResponderEliminar
  2. Está mal. Ruas merece e Almeida Henriques e o presidente da assembleia municipal precisam de ter mais dignidade nesta matéria. Nem precisam de ter medo de Ruas. Quem quer fazer um caminho não olha para trás. E Ruas é um passado que já não volta.

    ResponderEliminar

Exceptuando casos de linguagem imprópria, todos os comentários serão aceites.