terça-feira, 16 de setembro de 2014

A febre de 1980


Um cançonetista e quarenta mil almas a feirar.

3 comentários:

  1. Foram esses os melhores anos da Feira. Era referência nacional! Nos anos 90 passou de Feira a feirita e chegou ao estado que hoje conhecemos.

    ResponderEliminar
  2. Terminada a feira e a festa espera-se mais qualquer coisa. Até agora não se viu mais que foguetório! E parece que não mas já lá vai um ano!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida. É preciso que seja dado o passo em frente. Depois da feira e de todas as romarias é preciso ver trabalho. Ainda nada se viu, apenas fóruns, comissões, apresentações, campanhas de marketing e fotos no facebook. A marca Almeida Henriques passado um ano só se vê em panfletos.É muito pouco. Finda a feira acabaram as desculpas.

      Eliminar

Exceptuando casos de linguagem imprópria, todos os comentários serão aceites.