terça-feira, 3 de junho de 2014

Foi bonita a festa páh!

O que já se adivinhava confirma-se.  Quando a principal fonte de inspiração deste espaço desaparece, deixa de fazer sentido continuar. Foi um tempo que terminou e sigo caminho grato a todos os responsáveis por largos milhares de visualizações. Fica a certeza que apenas tentei fazer diferente. Um forte abraço aos mais fiéis do Low-fi que por aqui se praticou, aos que fizeram questão de me conhecer pessoalmente e a todos que de uma forma ou outra fizeram este espaço.
 
In Memoriam:
 
Fernando Ruas;
 
Beck;
 
José Junqueiro;
 
LykkeLi;
 
Ana Paula Santana;
 
Tieta do Agreste;
 
Miguel Ginestal;
 
Audrey Hepburn;
 
Hélder Amaral;
 
Bafo de Bode;
 
Lúcia Silva;
 
Jack White;
 
Américo Nunes;
 
Brian Griffin;
 
Almeida Henriques;
 
Josh Homme;
 
Jorge Sobrado;
 
Olho de Gato;
 
Mota Faria;
 
Jornal do Centro;
 
Fernando Figueiredo;
 
Stewie Griffin;
 
João Cotta;
 
Viseu Senhora da Beira;
 
Jotas;
 
_________*;



* Preencher com o seu nome

6 comentários:

  1. Nã! Nã pode ser verdade. Como preencher mais um vazio?

    Um abraço caro Miguel

    ResponderEliminar
  2. Mau!! Chego e é isto que tem para mim?
    Uma despedida, uma omissão à minha pessoa, uma confissão parva sobre uma fonte que jamais podia ser de inspiração, uma desvalorização aos demais fiéis, ou não, uma apresentação pessoal que não me concedeu, etc, etc. Só azares. Hoje não é definitivamente o meu dia! Chiça penico!!
    E, por fim, um Low-fi? O que é isso? Come-se? A música, a mim, não me enche a barriga e sou pessoa de alta fidelidade. Acredite!

    ResponderEliminar
  3. O Miguel é uma safado. Só agora percebi. Um dia mima-me com predicados e presta tributo ao meu "nível acima da média", mesmo que lhe diga que não, que é engano seu, e no outro dia manda-me às malvas, despede-se e diz que não tem inspiração?! Não se faz, ouviu? Sou eu que lho digo: NÃO SE FAZ. Estou triste.

    ResponderEliminar
  4. No quê a Ana Paula Santana é mais do que eu? Diga, diga lá.
    Continuo triste :((

    ResponderEliminar
  5. Olha que falta ainda saber como se safa o Guilherme Almeida da chacota pública. Falta o IPV e o ISCTE dizer se copiou e se lhe tiram o canudo. E ainda se Almeida Henriques consegue conviver com a peça quer em público quer em privado. Oh meu amigo ainda há muito para dizer. Espere pelo próximo orçamento municipal, que sabemos de antemão que não haverá votos contra, sempre abstenções, quanto gasta o Sobrado em propaganda e circo. Se é mais ou menos do que se gasta com o funicular. Não fuja que vai-se arrepender. Faz falta. Abraço

    ResponderEliminar
  6. Agora decidiu publicar os meus comentários e não lhes dá reposta?
    Pensei que só queria abandonar os posts, mas que podíamos continuar por aqui. Podíamos encher esta caixinha como já fizemos outras vezes não podíamos?... O que acha? Vá lá... please...

    ResponderEliminar

Exceptuando casos de linguagem imprópria, todos os comentários serão aceites.