quarta-feira, 30 de abril de 2014

Legalidade e Ética

O Indo Eu faz uma reflexão sobre legalidade e ética, palavras que em política raramente se cruzam. Assim fui à Wikipédia, cuja incontestável superioridade está, segundo Mexia, em ter ao lado de entradas clássicas de enciclopédia como "Clémmenceau" ou "Periscópio", outras como "Wonderbra",  ou "Twerking" acrescento eu, e deu nisto:
 
"Legalidade é um atributo juridico de qualquer acto humano ou pessoa jurídica que indica se é ou não contrario à lei, se está ou não dentro do permitido, pelo sistema jurídico, seja expressamente ou implicitamente. Se este atributo for positivo, diz-se que é legal, caso contrario é ilegal."
 
"A palavra "Ética" é derivada do Grego (ethikos), e significa aquilo que pertence ao ethos, que significava* "bom costume", "costume superior" , ou "portador de carácter". Diferencia-se da moral, pois, enquanto esta se fundamenta na obediência a costumes e hábitos recebidos, a ética, ao contrário, busca fundamentar as acções morais exclusivamente pela razão."
 
* Suspeito que o pretério impefeito não aparece ao acaso.

1 comentário:

  1. ..., legal ou ilegal, ético ou não, moral ou amoral, para salvaguarda do bom nome e de de todo o resto, o melhor é ficar de fora, em quaisquer actos que conduzam à suspeição.

    ResponderEliminar

Exceptuando casos de linguagem imprópria, todos os comentários serão aceites.