quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Viseu em lume brando



O sabor do poder é doce e tal como o amor é um fogo que arde sem se ver.
Por Viseu começa a formar-se um anel de fogo... as labaredas vão subir...alguém vai sair queimado! Contínuo sem compreender o medo da mudança. No entanto, sei que devemos ter reservas relativamente a quem teme a mudança. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Exceptuando casos de linguagem imprópria, todos os comentários serão aceites.